Questão polêmica: Igrejas devem pagar impostos?

Questão polêmica: Igrejas devem pagar impostos?

Vira e mexe nos deparamos com pessoas que se dizem de direita pregarem abertamente a cobrança de imposto de renda das igrejas cristãs. Com um sentimento de justiçaria, as pessoas que são a favor se baseiam nas ações das grandes igrejas neo-pentecostais do Brasil, como a Igreja Universal do Reino de Deus (Bispo Edir Macedo), Igreja Internaional da Graça de Deus (Missionário RR Soares) e Igreja Mundial do Poder de Deus (Apóstolo Valdemiro Santiago). Não é o mérito deste artigo questionar se as práticas dessas igrejas são morais ou não. A questão aqui é constitucional e conceitual no que tange o estado laico brasileiro.

Primeiramente a liberdade religiosa, desde que não atente contra a vida, deve ser conservada. Somente em nações comunistas, ditaduras, regimes de exceção a religião é controlada pelo estado. Na Coréia do Norte por exemplo, o objeto de adoração é o ditador Kim Jong Un. Cristianismo e outros credos são proibidos. A fé cristã e alguns valores de diversos credos, são o sal da sociedade. Uma sociedade sem qualquer padrão de moralidade se torna uma grande anarquia de imoralidade.

Em segundo lugar, não há fundamento legal para se taxar as igrejas. Se isso ocorresse, o governo estaria anulando a laicidade do estado. Seria uma declaração oficial do governo que todos os credos são livres, exceto o cristianismo, pois este deve pagar impostos sobre suas contribuições voluntárias. Além disso, o código civil brasileiro deveria ser modificado, bem como a Constituição Federal. 

Se os cristãos deveriam pagar impostos, porque não os outros credos? Um centro espírita por exemplo, templos budistas, o santuário de Nossa Senhora de Aparecida na cidade de Aparecida e qualquer unidade religiosa deveriam também pagar impostos? Logo esse pensamento é muito razo, parte de apenas ódio pueril das referidas igrejas, mas não pondera os benefícios que as igrejas cristãs trazem ao meio social. 

Muitas igrejas fazem obras sociais, recuperação de pessoas nas drogas, crime, prostituição. Ajuda e até mesmo cura de pessoas enfermas. Assistência social com os necessitados. A Igreja Católica é responsável por muitas entidades de saúde e educação, além de orfanatos. O cristianismo em geral, faz o que a mídia fake news não mostra: Caridade mundo afora.

Portanto, ainda que essas igrejas sejam motivo de escândalo a muitos, não se pode penalizar o cristianismo unica e exclusivamente. Nenhuma dessas igrejas força por meio da violência a doação de donativos. Volto a dizer que não cabe a esse canal discutir a moralidade dos métodos, mas sim o direito fundamental de liberdade religiosa no Brasil. 

Comentários
Felipe Sena

Felipe Sena é membro da Direita Espírito Santo
Integrante do núcleo de Vitória

Deixe um comentário