O Feminismo e a exaltação da burrice feminina

O Feminismo e a exaltação da burrice feminina

O Feminismo atual prega que a mulher pode ser o que quiser, ao mesmo tempo, é contra a mulher que, por livre e espontânea vontade, decidiu ser dona de casa para ter um tempo maior para educar os próprios filhos, deixando a cargo do marido a tarefa de sustentar a família. 


Também defende que a mulher pode andar praticamente nua e ninguém tem o direito de assediá-la, se esquecendo do fator biológico que norteia o instinto do homem de se sentir atraído pelo sexo oposto, principalmente quando a mulher se expõe como carne de açougue. Ora, quem mostra muito é porque quer vender! Que outra necessidade uma mulher teria de mostrar todas as suas partes sensuais se não fosse para excitar a concupiscência dos olhos nos homens?


Pregam que o uso de anticoncepcionais protege a mulher contra uma gravidez indesejada, sem perceber que, uma mulher sexualmente ativa e livre para se deitar com vários homens não difere em nada dos cafajestes pegadores de vagabundas!


Militam a favor do aborto, principalmente em casos de estupro, mas não defendem penas severas ao estuprador, apenas a pena de morte a um inocente sem nenhuma chance de defesa. O mínimo que um estuprador merece é a castração química que o impossibilita para sempre de realizar o ato criminoso. As feministas são tão alienadas que nem isso são capazes de compreender. 


Estas são apenas algumas pautas pra lá de contraditórias que essa escória que possui lideranças no Congresso Nacional defende e que envergonha a classe intelectual feminina do nosso país. É uma pena que até mesmo amigas que eu estimo com todo o respeito caíram no engodo de fomentar essa militância rumo ao abismo da espécie humana!

Comentários

Deixe um comentário